Sempre gostei das artes mágickas, mas em especial do Xamanismo.

Por várias vezes intuía chás, poções, e até mesmo técnicas para limpar as pessoas de seus males.


Comecei a me dedicar às experiências xamânicas quando ainda era bem pequena .

Eu morava com minha avó que era uma benzedeira de primeira. Muitas vezes, havia uma fila de pessoas que vinham se benzer com ela. Eu a auxiliava pegando folhas, linhas e agulhas.


Quando caía a noite, colocávamos sempre uma tesoura embaixo da cama, minha avó dizia que era para cortar os maus espíritos se estes ousassem passar por seu círculo de proteção, vovó sempre o fazia no quarto antes de dormirmos.


Quando fiz 10 anos fui morar com minha mãe e acabei esquecendo um pouco destes rituais, mas tudo veio a tona quando herdei um templo mágicko que havia sido construído pelas leis do Xamanismo, dizem estas leis que em um templo xamânico  deve ser construído sem utilizar objeto algum de metal, isto é, nem prego nem barra de aço, simplesmente tijolos, cimento e amarrações.


Este templo havia sido construído para atendimentos de um Grande Xamã, nosso amigo Don Juan Uviedo, que trabalhava com Cosmologia Xamânica e troca energética.

No 1° dia em que ganhei este templo liberei as pedras que haviam sido preparadas por Don Juan dando a elas o livre arbítrio de ficarem se assim elas preferissem ou partirem se esta fosse a escolha daquela energia, pois veja só, as pedras retém energia como uma esponja colocada em um balde de água e como estas haviam sido preparadas pelo xamã, receberam uma programação, o que fiz foi um acordo com estas energias de ficarem e trabalharem aos novos propósitos ou partirem em busca de seu caminho.

Em seguida lavei este templo com muita água e sabão, vocês não imaginam o poder que tem uma bela limpeza  com água e sabão, o templo estava agora renovado com uma energia muito sutil, muito leve.


Como terceiro passo fui colher umas ervas para fazer a imantação do templo.

Peguei eucalipto perfumado, alecrim e  manjericão, ervas de que dispunha e queimei em um caldeirão feito de pedra no centro do templo, o que trouxe uma purificação sublime ao lugar. Agora com este pronto só me restava escolher os instrumentos e prepará-los, coisa que irei ensinar a vocês neste site.


No mês de agosto de 2008 eu havia ido para a Argentina e trazido de lá um tambor de pele de carneiro, então escolhi este para ser um de meus instrumentos. Por várias vezes fiquei batucando tentando sentir a energia do tambor em meu estômago.

Depois escolhi dois chocalhos e um pau de chuva em uma galeria indígena que fica em São Paulo  na rua augusta,  que foram confeccionados por uma tribo Tupi-guarani.

Veja bem estes foram instrumentos provisórios, pois o Xamã precisa confeccionar seus próprios instrumentos dando a eles seu poder e energia, coisa que eu também vou ensinar mais tarde em um vídeo.


Estando em posse de instrumentos básicos e o templo pronto, fui preparar novas pedras para serem minhas guardiãs e conselheiras. As pedras já estavam aqui há muito tempo antes de nós, elas são uma fonte muito grande de conhecimento desde que se saiba como interagir com elas.


Comprei recipientes para acender velas e os consagreis colocando os símbolos da cosmologia, conhecimento estes passados pelos Jivaros a Don Juan .


O Templo pronto, os instrumentos pedindo para serem usados, sentei  em meditação e pedi a grande consciência que me enviasse um mestre,  foi quando ouvi uma voz firme e suave que falou claramente em meus ouvidos:


“Seu ensinamento consiste em tornar-se a cada dia uma pessoa melhor. Na trajetória para tal, encontrará o que buscas, você está entrando em contato com algo diferente, uma energia que passou pelo planeta a 8 mil anos, este conhecimento foi banido por aqueles que não queriam o despertar, então, confie em suas intuições e não busque o que já está pronto, crie, crie, sua consciência será guiada por algo e para algo muito maior.


Desde então tenho meditado e intuído muito deste conhecimento.


Vou ensinar tudo que vocês precisam saber para deixarem de querer buscar respostas fora de vocês, pois a grande resposta  vem de dentro, unam-se comigo e com meu universo todos os que forem da  tribo de Gaya.

O Começo de Tudo